Chuvas deixam quase 500 pessoas fora de casa no RS, diz Defesa Civil

A persistência da chuvas nos últimos dias deixa, pelo menos, 495 pessoas desabrigadas ou desalojadas no Rio Grande do Sul, informa a Defesa Civil em boletim divulgado no fim da tarde desta segunda-feira (4). Ao todo, 6.1 mil gaúchos tiveram algum dano em mais de 1,3 mil residências.

Os desabrigados são de Dom Pedrito, Cachoeira do Sul, Pelotas e Rosário do Sul. Já a maioria dos desalojados está em Lagoa Vermelha.

A principal preocupação, neste momento, é com a cheia dos rios. Os rios Jacuí, em Cachoeira do Sul e Rio Pardo, e Santa Maria, em Rosário do Sul, estão sendo monitorados. O Jacuí, por exemplo, está com 16,92 metros de profundidade, o dobro do normal.

Em São Gabriel, o alerta é para o risco de rompimento de uma barragem no interior do município, no assentamento Conquista do Caiboaté. Hoje à tarde, os prefeitos de Dom Pedrito, Bagé, Canguçu, Aceguá e Candiota se reuniram com o governador Eduardo Leita para apresentar um resumo dos prejuízos. Foi feito um pedido de ajuda para reconstrução de casas e desobstrução de ruas e estradas.

Na Serra, a chuva acumulada alagou e bloqueou algumas ruas. Na esquina das ruas Presidente Roosvelt e Silveira Martins, o trânsito ficou prejudicado.

Conforme a Defesa Civil, estão em Situação de Emergência Decretada:

  • Santana do Livramento
  • Dom Pedrito
  • Bagé
  • Canguçu
  • São Gabriel
  • Ibarama
  • Cristal
  • Lagoa Vermelha
  • Camargo
  • São João do Polêsine
  • Camaquã
  • Rosário do Sul
voltar
© Copyright 2019